Autor: super-admin

Vida Saudável Dicas e truques para um estilo de vida saudável

Nada é mais importante do que nossa própria saúde
Ocupamos nosso tempo principalmente com as tarefas do dia a dia, cumprindo rotinas e deveres diários, satisfazendo as expectativas dos outros, assumindo a responsabilidade de cuidar de amigos e familiares, fazendo exigências a nós mesmos, mantendo nossa situação e nossos passatempos, planejando férias e tempos livres. Mas muitas vezes esquecemos que nada é mais importante do que nossa própria saúde.

Em seguida, você irá encontrar inspiração para o ajudar a permanecer saudável.

Leia também: pele

A saúde não pode ser vista como algo garantido
Ela é o bem mais valioso que temos. É que tudo depende de como nós estamos, emocional e fisicamente. Quando estamos bem, somos capazes de tocar nossa vida diária, de cuidar da família e de ter êxito no trabalho, de usufruir de nossos passatempos e de recarregar as baterias durante as alturas boas, para podermos reagir nos maus momentos. Mas, para isso, precisamos de um certo equilíbrio entre:

Trabalho e tempos livres
Corpo e alma
Prazer e moderação
Repouso e exercício
Atividade e relaxamento
Lutar pelo sucesso e contentamento
Querer e ter
Consciência de si mesmo e dos outros
Festejar e meditar
Dar e receber etc.
Um verdadeiro emprego para a vida
Achar esse equilíbrio é verdadeiramente um emprego para a vida, que muda ao longo dos tempos. Por exemplo, à medida que envelhecemos, nossa saúde vai desempenhando um papel mais importante; não ter queixas deixa de ser tão óbvio e precisamos dedicar mais da nossa vida a nos mantermos saudáveis.

Podemos fazer muito para ajudar a nós mesmos: um estilo de vida saudável e uma atitude positiva são muito importantes para isso. Termos consciência do nosso estilo de vida global tem efeitos positivos sobre nossa saúde – muitas vezes até uma idade mais avançada.

Exames de rastreio regulares
Podemos fazer muito para nos mantermos em forma e saudáveis por muito tempo. Isso inclui exames de rastreio periódicos para diagnosticar e tratar atempadamente qualquer situação. A página do Ministério da Saúde alemão explica as medidas a que os alemães têm direito a partir dos 35 anos.

Outras recomendações:
Faça exercícios regularmente ao ar livre.
Siga uma dieta leve e equilibrada.
Certifique-se de que bebe suficiente.
Faça pausas e aproveite para relaxar.
Durma o suficiente.
Treine e mantenha suas capacidades intelectuais.
Coma e beba com moderação.
Não fume.
Esteja em paz com você mesmo.
Mantenha relações saudáveis ​​com aqueles que o rodeiam.
Veja sempre o lado positivo das coisas.
Veja os obstáculos como sendo desafios.
Descubra o que você mais gosta de fazer!
Para levar uma vida saudável, você precisa descobrir o que realmente satisfaz você. Por isso, pare, pense e descubra! Por exemplo, podem ser esportes, música ou alguma outra atividade criativa.

Todas as opções estão abertas porque você está em seu elemento quando está fazendo aquilo que gosta. Você se sente satisfeito e feliz.

Como fazer massagem redutora

Uma massagem que une técnica, cremes e experiência: aprenda a fazer massagem redutora para acabar com gordurinhas indesejáveis, melhorar a qualidade da pele e ainda aumentar sua qualidade de vida.

COMO FAZER MASSAGEM / MASSAGENS ESTÉTICAS / COMO FAZER MASSAGEM REDUTORA
A massagem redutora tem como objetivo diminuir as moléculas de gordura do corpo para facilitar a sua eliminação de forma natural e favorecer a redução de medidas.

Leia também: massagem redutora funciona

Trata-se de uma técnica de massagem um pouco mais vigorosa, que exige força e movimentos específicos como, pequenos beliscões, amassamento dos tecidos moles e até mesmo suaves batidas sobre o corpo.

Leia também: Phytophen bula

Esta técnica de massagem pode deixar o corpo um pouco dolorido no dia seguinte, mas nada que possa ser considerado grave ou que deva lhe preocupar.

Confira agora como fazer massagem redutora passo a passo para garantir redução de medidas corporais e um corpo melhor para você.

Leia também: Kifina bula

Como aplicar a massagem redutora
Para aplicar esta massagem comece preparando a pele com esfoliantes que eliminam as células mortas e abrem os poros para uma melhor absorção dos cremes ou óleos essenciais. Se optar por cremes, escolha entre aqueles que são específicos para a eliminação de gordura, ou, liporredutores, assim você potencializará os resultados da massagem.

Leia também: Farinha seca barriga bula

Estes cremes redutores de medidas auxiliam na eliminação das células de gordura e auxiliam em seu escoamento.

A massagem redutora deve ser aplicada principalmente nos braços, coxas, bumbum e quadris, mas também funciona quando aplicada no abdome. Nesta região os movimentos devem ser circulares e em sentido horário. Eles estimulam o bom funcionamento dos intestinos, aliviam os gazes e reduzem o volume.

Veja também: Como fazer massagem na barriga

Você pode expandir a massagem redutora passando do abdome para a região da cintura e quadris. Na região do bumbum utilize cremes anticelulites e elimine todos os furinhos provocados pelas células infeccionadas.

Para finalizar a massagem, dê leves tapinhas nas regiões massageadas, e depois pratique a drenagem linfática. Como as células foram bem massageadas, as moléculas de gordura poderão ser facilmente eliminadas através da função exercida pelos gânglios linfáticos.

Aplique a drenagem linfática para finalizar a massagem
A massagem linfática atua de forma a eliminar as toxinas e líquidos em excesso no corpo através dos gânglios linfáticos que se localizam na virilha, axilas, pescoço, e face.

Para estimular estes gânglios você deve realizar movimentos suaves que se iniciam de baixo para cima e seguem em direção aos gânglios. Estes devem ser suavemente massageados.

Potencializando resultados
Após aprender como fazer massagem redutora passo a passo, saiba que para melhores resultados é fundamental que se pratique também dietas e exercícios físicos, assim, é possível que se perca até dois centímetros em cada parte do corpo massageada.

Kombucha: bebida probiótica que emagrece e estimula o metabolismo

Ela auxilia no sistema digestivo, imunitário e na perda de peso, por estimular o metabolismo, limitar a acumulação de gordura e ainda conter ácido acético.

PorClick Gourmet
Publicado em
30.11.2018 às 15:38
Atualizado em
30.11.2018 às 15:45 COMPARTILHE:

A Kombucha é uma bebida probiótica milenar, originária da China, feita a partir da fermentação do chá preto, verde ou de hibisco, e açúcar. Ela auxilia no sistema digestivo, imunitário e na perda de peso, por estimular o metabolismo, limitar a acumulação de gordura e ainda conter ácido acético. Perfeita, inclusive, para quem opta por uma alimentação orgânica.

A preparação dessa bebida é feita a partir da sua colônia, o scoby, uma levedura composta de microorganismos que se alimenta de açúcar, liberando o ácido glucônico, ácido láctico, ácido glucurônico, aminoácidos, substâncias antibióticas e vitaminas, formando uma bebida forte, porém muito saborosa. O álcool também é uma das substâncias produzidas, mas não chega a 1%, por isso, não é considerada uma bebida alcoólica. Normalmente estas colônias são doadas, assim como as de kefir, mas também podem ser compradas.

Leia também: Kifina

Em alguns lugares é possível comprar o kombucha pronto para beber. Mas, o melhor mesmo é ter em casa, que é muito mais econômico.

INGREDIENTES:

2 litros água
3 colheres (sopa) chá verde, preto, mate ou hibisco
0,5 xícara açúcar cristal
2 colheres (sopa) vinagre de maçã
1 unidade scoby (colônia-mãe de bactérias e leveduras)
MODO DE PREPARO:

Coloque a água para ferver e já no começo da fervura adicione o açúcar e mexa por 5 minutos.
Desligue o fogo e adicione o chá, tampe a panela e espere a infusão por 15 minutos.
Peneire e deixe o chá descansar até ficar em temperatura ambiente.

Leia também: chá de Kombucha

Misture o vinagre de maçã.
Coloque dentro de um recipiente de vidro.
Inclua o scoby de kombucha.
Cubra o recipiente com papel toalha e prenda ao redor com um elástico e deixe fermentar por 7 dias em algum lugar úmido e sem luz.
Distribua a kombucha em recipientes de vidros menores e com tampa e guarde na geladeira. Abra apenas para tomar ou para fazer uma segunda fermentação para saborizar e gaseificar.
Mantenha a colônia dentro do recipiente maior, com parte da kombucha para manter sua criação scoby.

Leia também: Phytophen funciona

Conheça os Benefícios da Atividade Física

Os benefícios da atividade física como melhorar a circulação sanguínea, fortalecer o sistema imune e ajudar a emagrecer, podem ser alcançados em cerca de 1 mês após o início da atividade física regular.

Outros benefícios da atividade física como aumento do metabolismo, diminuição do risco de doenças cardíacas, fortalecimento dos ossos podem ser alcançados quando o indivíduo faz alguma atividade física que tenha impacto como caminhadas, pular corda, correr ou dançar, por exemplo. A dança ainda melhora a coordenação dos movimentos e o equilíbrio, aumentando a boa disposição e o humor, melhorando a imagem corporal e a auto estima.

Leia também: Phytophen funciona
Leia também: Kifina funciona

Além disso, praticar atividade física após os estudos é uma ótima estratégia para consolidar o aprendizado devido ao aumento da circulação sanguínea cerebral e aumento das catecolaminas que são essenciais para a memória. Saiba os exercícios mais indicados e outras estratégias para melhorar o aprendizado durante a atividade física.

Veja se você está dentro do peso ideal para se exercitar:

Quem está acima do peso deve praticar exercícios pelo menos 5 vezes por semana, durante 90 minutos, para poder queimar gordura. Idosos também podem fazer exercícios e os mais indicados são aqueles que estão de acordo com a funcionalidade do corpo. Em caso de dor nas articulações, deve-se dar preferência aos exercícios na água, como natação ou hidroginástica, por exemplo.

Veja como se alimentar ao praticar exercícios:

Quem pode fazer atividade física
A prática regular de atividade física é indicada para indivíduos de todas as idades. No entanto, as crianças com menos de 12 anos devem preferir praticar esportes como dança, futebol ou karatê, por exemplo, porque são exercícios que podem ser realizados 1 ou 2 vezes por semana e são mais indicados para esta faixa etária.

Os benefícios da atividade física para crianças e adolescentes incluem:

Combater o excesso de peso;
Melhorar a auto-estima;
Diminuir a depressão;
Melhorar o desempenho escolar por melhorar a aprendizagem;
Diminuir o estresse e o cansaço;
Melhorar a postura;
Melhorar a aparência da pele.
As crianças não devem fazer musculação, nem fazer exercícios extenuantes diariamente, mesmo que esteja acima do peso. O exercício diário deve ficar restrito as crianças atletas que devem ser acompanhadas por um profissional qualificado, durante todo o treino.

Leia também: melhor Exercício para queimar calorias

Os adultos e a idosos, devem estar atentos ao peso, porque quando estão abaixo do peso ideal não devem praticar exercícios regularmente para evitar o gasto calórico excessivo.

Como começar a praticar exercícios
Os exercícios devem ser realizados por todos, de todas as idades e de forma regular, mas antes de começar a praticar exercícios, deixando de ser sedentário, deve-se marcar uma consulta médica para verificar as articulações e o funcionamento cardíaco, porque alguns pacientes só devem fazer exercícios com auxílio do professor da academia ou fisioterapeuta.

Idealmente os exercícios devem ser realizados de 3 a 5 vezes por semana, mas pode-se começar devagar, fazendo apenas 2 dias por semana, durante 30 a 60 minutos. A partir da segunda semana, pode aumentar a frequência para 3 ou 4 dias, conforme a disponibilidade de tempo.

Além disso, a atividade física também pode ser benéfica para quem sofre de dor nas costas, ajudando a reduzir a dor, corrigir a postura e a alongar os músculos. Veja como a atividade física pode aliviar a dor nas costas em Atividade física acaba com a dor nas costas.

Quando a atividade física não é indicada
A atividade física é muito importante para a saúde, pois previne doenças e garante o bem-estar, no entanto é preciso que antes do início da prática de exercícios sejam feitos exames que avaliem a saúde do coração. Isso porque pessoas com hipertensão, têm maior risco de, durante a atividade física intensa, ter alterações nos batimentos cardíacos, favorecendo o infarto e o AVC, por exemplo.

Assim, antes de iniciar a prática de atividades físicas, é importante consultar um cardiologista para que sejam verificados qualquer problema cardíaco e aferida a pressão. As pessoas hipertensas não necessariamente necessitam de acompanhamento profissional durante os exercícios, mas precisam ter o controle da pressão e evitar atividades muito intensas até que seja recomendado pelo médico, dando preferências a atividades mais leves a moderadas.

É importante ficar atento a algumas situações durante o exercício, como dor no peito, falta de ar anormal, tontura e palpitações, por exemplo. Sendo recomendado parar a atividade e procurar a orientação de um cardiologista.

Além disso, mulheres grávidas que não possuem o controle da pressão, podem desenvolver pré-eclâmpsia, não sendo recomendada a prática de atividade física muito extensa, pois pode resultar em parto prematuro e sequelas para o recém-nascido. Dessa forma, é importante que a mulher tenha acompanhamento do obstetra e realize exercícios conforme a sua orientação. Entenda o que é pré-eclâmpsia e como identificar.

O vício em sexo

Desculpa doença estúpida ou real?

Sem qualquer desejo de interferir na vida privada das pessoas públicas que puderam expor os escândalos da “dependência sexual” em plena luz do dia, sem querer entrar em considerações de ética, política ou mesmo religião, ou para comentar sobre seu comportamento ou para diagnosticar suas dificuldades, esses fatos em torno do que parece ser um “vício em sexo” tornaram possível destacar para o público em geral o fato de que o erotismo e a sexualidade podem se tornar alguns gostam do abuso do álcool ou de qualquer outra substância psicoativa para os outros, um vício de consequências igualmente graves.

Conheça o melhor estimulante sexual do mercado. O Tauron.

A pequena quantidade de estudos científicos sobre este assunto significa que ele ainda não entrou nas classificações psiquiátricas internacionais e que é aconselhável permanecer medido e cauteloso nas afirmações. E se o psiquiatra não tem que se pronunciar sobre práticas que não são proibidas por lei, nem para definir limiares de “normalidade” quanto à freqüência de relações sexuais, é para expressar-se sobre este fenômeno como um vício, ou seja, como um distúrbio que pode levar ao comprometimento comportamental e / ou sofrimento significativo e que, pelo menos parcialmente, atende aos critérios para doenças aditivas .

Quais são os critérios para definir um vício em sexo?

Definir um começo para esta doença não é fácil. Não há limite claro e definido. Para a atividade sexual, ninguém, também, fará a pergunta de quantas vezes é permitido fazer sexo com seu parceiro ou se masturbar. Como regra geral, o ser humano e seu organismo são feitos de tal maneira que, no máximo, após três ou quatro relatórios por dia, o interesse, a motivação e o tempo não estão mais presentes.

No entanto, quando a frequência da relação sexual e as necessidades se tornam excessivas, crescentes e descontroladas, podemos começar a falar sobre o vício em sexo. Pessoas que têm um vício em sexo não podem parar. Eles não apenas pensam nisso o tempo todo, mas sentem-se cada vez mais obrigados a fazê-lo o tempo todo. Essa necessidade de consumo obsessivo ocupa um tempo considerável e muitas outras atividades da vida são negligenciadas e tornam-se secundárias por causa disso.. O primeiro ou o único – porque há homens e mulheres que estão preocupados com uma razão sexual de 30 para 1 (então 30 homens para uma mulher preocupada) – que é afetado pelo vício do sexo negligenciará sua amigos, família, hobbies e trabalho para caçar novos parceiros sexuais, transformando a vida em escapadas sexuais perpétuas. A perda de controle e o desejo irresistível e obsessivo de agir são palavras-chave como para todos os vícios .

Existem também três principais sintomas clínicos do vício em sexo. A primeira é a masturbação compulsiva . Em 70% dos envolvidos, é responsável pela maior parte da atividade sexual. O objetivo não é o contato entre o parceiro, mas o componente autoerótico. O segundo sintoma é a mudança implacável de parceiros sexuais (antes também falamos da síndrome de Don Juan). O terceiro sinal clínico é o uso indevido da pornografia .Aqui novamente cerca de 70% das pessoas afetadas pelo vício em sexo estão preocupadas. No momento, também estamos testemunhando o cibersexo ou fenômenos online sexo. A encenação de atos sexuais acompanhou a humanidade desde pelo menos a antiguidade e isto provavelmente para causar alguma estimulação. Mas nunca foi tão fácil ver todas as formas e possibilidades de atividades sexuais como hoje. Os sites pornográficos são os sites mais visitados na Internet e deve-se notar que cerca de 80% dos consumidores de pornografia não têm problemas com o “consumo”. Eles usam pornografia como televisão de uma maneira banal e desinibida. A visita desses sites será muito mais problemática ou muito claramente difícil para outras pessoas.Outra peculiaridade desta patologia é que as pessoas que sofrem de vício em sexo não experimentam satisfação real.

Como entender o vício em sexo?

Existem diferentes maneiras de entender essa questão. Um deles é vê-lo como um vício. E, de fato, se tomarmos a definição de “dependência” como uma desordem caracterizada pela repetida impossibilidade de controlar o comportamento apesar de suas conseqüências negativas (físicas, psicológicas, familiares, profissionais, sociais e outras) . Não se pode negar que a dependência sexual cumpre os critérios descritos e que a maioria dos sinais e sintomas são consistentes.

Mas também existem diferenças. No momento não há descrição de uma síndrome de síndrome de abstinência e também a síndrome da tolerância é menos marcada do que em outras dependências.

Outra abordagem é entender o vício do sexo como um transtorno compulsivo, como compras compulsivas, por exemplo.

Um terceiro modo de entender o vício seria vê-lo como uma desordem do impulso.

Esta é provavelmente uma mistura de diferentes aspectos com um aspecto aditivo predominante.

Farinha da Berinjela

Um dos alimentos mais indicados nas dietas para perda de peso é a berinjela, para aumentar ainda mais sua concentração, nada melhor que a versão em forma de farinha. Saiba aqui se farinha de berinjela emagrece mesmo.

Farinha de Berinjela

Farinha de Berinjela
A berinjela
Esse legume é um grande aliado nas dietas, zero colesterol, pouco calórica e praticamente nada de gordura. O consumo de uma fatia apenas já fornece 10% da quantidade diária recomendada de fibras.

Propriedades nutritivas da Farinha de Berinjela
Além da presença de fibras, a farinha de berinjela também é fonte de cálcio, ferro, cobre, vitaminas A, complexo B e do magnésio, que é importante para diversos processos metabólicos.

Benefícios da Farinha de Berinjela
A Farinha de Berinjela concentra todos os benefícios da berinjela e possui a grande vantagem de poder ser consumida de maneira prática e versátil. Essa farinha ajuda emagrecer, evita a diabetes, é fonte de antioxidantes, diminui o colesterol, melhora as funções do intestino, combate o câncer, diminui o risco de doenças do coração. Vamos saber mais sobre cada um desses benefícios…

Farinha de Berinjela emagrece?
Sim, desde que seja acompanhada de uma dieta equilibrada, atividades físicas e um consumo menor de calorias.

O emagrecimento com farinha de berinjela está na lista de benefícios por diferentes motivos: pela quantidade de fibras do alimento, que ao entrar em contato com os líquidos do estômago, irão enviar para o cérebro um sinal de saciedade. Você vai se sentir satisfeito com uma quantidade menor de alimentos e calorias. Pessoas que consomem mais fibras apresentam menos gordura na região abdominal.

A farinha de berinjela evita picos de glicose, que causam a liberação de insulina excessiva que levam o acúmulo de gordura e a uma queda do metabolismo. Variações das taxas de açúcar no sangue enviam ao cérebro uma informação (errada) de fome. Você pode sentir vontade de comer doces mesmo tendo acabado de se alimentar, a forma preferida do organismo para reequilibrar os níveis de glicose é o açúcar.

Outra maneira que a farinha de berinjela emagrece é através da niacina, uma vitamina do complexo B, que atua diretamente na produção de energia pelo corpo.

Podemos dizer então que a farinha de berinjela emagrece porque aumenta a saciedade, melhora o metabolismo, diminui a absorção de gorduras e impede a ação negativa da insulina sobre os estoques de gordura.

Farinha de Berinjela Emagrece ?

Farinha de Berinjela evita a diabetes
De maneira gradual, a farinha de berinjela e absorvida pelo organismo, o que resulta em um melhor controle das taxas de glicose na circulação sanguínea. Isso significa um menor risco de desenvolvimento de resistência a insulina, a principal cauda da diabetes 2.

Farinha de Berinjela é fonte antioxidante
A cor arroxeada da berinjela se deve a antocianinas, flavonoides encontrados na casca, que atuam no combate aos danos causados pelos radicais livres formados pelo envelhecimento, má alimentação, exposição ao sol, poluentes químicos e tabagismo.

Evitando os danos nocivos que os radicais livres causam as estruturas das células, os benefícios da farinha de berinjela são proteger o organismo contra infecções virais, inflamações, câncer e envelhecimento precoce. Para obter esses benefícios, a farinha deve ser preparada com a casca.

Farinha de Berinjela diminui o colesterol
Uma das propriedades mais conhecidas, seu consumo está associado na diminuição dos níveis de LDL, o colesterol ruim. A berinjela possui o ácido clorogênico, um antioxidante que dificulta a oxidação do LDL. As fibras encontradas na berinjela, atuam na reabsorção do colesterol.

Farinha da Berinjela melhora as funções do intestino
O consumo da farinha de berinjela é um grande aliado de quem está com dificuldade de consumir as 25-30 g de fibra alimentar recomendada. Ao chegarem ao intestino, as fibras absorvem a água e ajudam a aumentar o bolo fecal, estimulando o orção a funcionar de maneira mais eficiente.

Farinha da Berinjela no combate ao câncer
O ácido clorogênico, além de antioxidante, tem forte potencial antimutagênico, que é capaz de evitar que as células saudáveis se transformem em células cancerígenas.

Outro componente da farinha da berinjela é a nasunina, que exibe atuação anti-angiogênica, inibindo o crescimento de novos vasos sanguíneos e cortando o suplemento de sangue ao tumor.

Farinha da Berinjela diminui os riscos de doenças no coração
Os flavonoides da berinjela ajuda a combater o acúmulo de gorduras nas paredes das artérias, diminui o risco de arteriosclerose e protege o coração contra infarto e hipertensão.

Leia também: Farinha seca barriga anvisa

Como fazer Farinha de Berinjela
Ingredientes:
1 kg de berinjela
Preparo:
Lave e saque as berinjelas, sem retirar a casca;
Corte-as em fatias bem finas;
Coloque as fatias em uma forma e leve ao forno baixo;
Deixe assar até que estejam bem secas e esfareladas (sem estarem queimadas);
Retire as berinjelas do forno, deixe esfriar e triture tudo no liquidificador;
Armazene em um pote bem seco e fechado;
A receita rende 100g de farinha, que pode ser guardada por até 6 meses.
Como usar a Farinha de Berinjela
Uma sugestão do consumo é tomar ao acordar 1 copo de água mineral com 1 colher de sopa de farinha de berinjela. Você também pode consumir da mesma maneira antes de todas as outras refeições (evitando passar de 3 colheres por dia)

Leia também: Phytophen funciona

Não tendo sabor acentuado, a farinha de berinjela pode substituir parte da farinha integral para fazer pão, bolo, salgados, ou qualquer receita que peça farinha de trigo.

Caldo de feijão, arroz, tapiocas, sopas, omeletes, panquecas, suco detox, biscoitos, iogurtes, são inúmeras as possibilidades de desfrutar dos benefícios da farinha de berinjela na sua dieta.

Onde encontrar a Farinha de Berinjela
Ela pode ser encontrada á venda em lojas de produtos naturais, farmácias, drogarias e na internet.

Contraindicações da Farinha da Berinjela
A farinha de berinjela não possui contraindicações, podendo ser consumida por pessoas de todas as idades.

Conclusão
A farinha da berinjela é ótima para a saúde e ajuda sim a emagrecer, além de melhorar o trânsito intestinal e reduzir o colesterol. Sendo uma alternativa muito saudável para enriquecer a alimentação, ajudando queimar gorduras, tendo maior valor nutricional e diminuindo o apetite. Se utilizada em conjunto com outros ingredientes como INULINA, farinha de Linhaça, Quinoa, Farinha de Feijão branco, entre outras pode se tornar um ótimo emagrecedor natural.

Um produto que usou isto com muita inteligência foi o SUPER FIT PRO, que fez um mix composto com 16 farinhas diferentes, que estimulam a perda de peso e principalmente a perda de gordura.

Para saber mais, visite o site do fabricante clicando na imagem abaixo:

Atenção Homem frágil!

Quando um homem vai mal, é sua sexualidade que sofre: seu ponto fraco na realidade. Continuando sua investigação da identidade masculina e da sexualidade, o professor Pierre Costa revela a verdadeira natureza do homem: frágil, inevitavelmente. Ele dá as razões e as pistas para um final feliz.

Ainda ontem, quando um homem encontrou um problema sexual, ele conduziu sua investigação “fora dos muros” e procurou uma causa externa à sua desordem. Prova disso é que os códigos mudaram, que a revolução está bem encaminhada, o macho interioriza e está prestes a aceitar a ideia de que pode vir dele. Este herói corajoso, capaz de liderar muitas batalhas, de inventar uma tecnologia única e de perturbar a face do mundo, é considerado frágil. Sua masculinidade, símbolo de poder, também é seu ponto fraco.

Ereção e seus freios

“O comando da ereção não é voluntário, mas reflexivo” apoia o professor Pierre Costa. Um detalhe que não é um, fonte de muitos mal entendidos. Claramente, isso significa que o homem não pode ter uma ereção, simplesmente porque ele decide. Toma um ponto de partida: o desejo, claro. E não se esqueça de levar em conta um elemento fundamental na grande dança sexual: o centro nervoso ortossimpático localizado na medula espinhal, que funciona permanentemente.

Sua missão? É um freio, um centro de ereção extremamente poderoso e inibidor a serviço da preservação da espécie. Seu papel é evitar uma ereção na hora errada, para o benefício da caça, voo ou combate. A natureza é bem feita, protege-nos mesmo durante o coito. Mesmo hoje, se você ouvir um intervalo de gelo na casa, em plena agitação, há uma boa chance de que Mister perca sua ereção para mobilizar sua energia para proteger Madame.

Leia mais sobre o Macho Power.

Cuidado com o círculo vicioso do colapso sexual!

O corpo não diferencia entre um perigo real, um estresse ou um pensamento negativo … Esses diferentes fatores impactam o centro ortostimpático e acionam o freio. Com a chave, os “colapsos sexuais” que conhecemos. E é aí que a armadilha se fecha no homem moderno. Cansado por um dia de “trabalho” em que o contexto econômico exerce forte pressão, desorientado pelas mulheres às vezes (frequentemente) vingativas, sua auto-estima está a meio mastro, sua ansiedade aumentando e seu freio sexual “muito” ativo. É assim desde o começo dos tempos!

Assim que o macho se sente em perigo, real ou fictício, sua ereção diminui, ainda mais, quando não está ausente. As conseqüências são muitas vezes inevitáveis! O homem está preocupado, nada nas águas turbulentas do mal-entendido e da incerteza. Em vez de relaxar, ele se observa e se coloca sob controle. Uma atitude que contribui para manter o sistema ativo ortostimpático e, portanto, o freio! Monsieur fica ainda mais perturbado com o desejo dele, mas não com as manifestações. Um mal-entendido que alimenta a espiral virtuosa de crenças como “não funciona mais”! E é verdade.

Sexualidade do homem: as fragilidades são adicionadas

Nos homens, a boa sexualidade depende do sentimento de poder, os dois estão intimamente ligados. Assim que ele se sente vulnerável, é sua sexualidade que sofre. Um sentimento de vulnerabilidade em ascensão em nossa sociedade em crise, onde o olhar sobre o trabalho mudou, onde as mulheres parecem assumir o controle.

O problema? Um homem enfraquecido se dobra em vez de compartilhar. Um comportamento mal vivido por seu companheiro, que em vez de apoiá-lo, o atormenta. Resultado: torna-se irritável, oscilando entre raiva, agressão, fuga ou ausência. Isso não contribui para melhorar o seu brasão de armas, nem para aumentar sua ereção.

Do estresse ao reconhecimento do transtorno

“Apenas 30% dos homens que encontram dificuldades consultam”, afirma o professor Costa. Mas recorrer a si mesmo e concentrar-se na grande ausência, ou seja, a ereção, não constitui uma avenida de resolução. “Entender que não se controla a ereção e aceitá-la já permite relativizar” continua. A possibilidade de falha é então possível, sem o fim do mundo.

Quanto mais o homem aceita essa fragilidade sem ser negativo, menos pressão ele coloca sobre si mesmo. Eles ainda são numerosos nas consultas para viver esses “colapsos” com um sentimento de vergonha e rejeição. Ao deixar de adorar a performance em prol da qualidade do relacionamento, o homem pode parar de se concentrar em sua ereção e, especialmente, colocar sua vulnerabilidade a serviço de seu casal.

Diante do colapso sexual, o parceiro tem um papel a desempenhar

Na maioria das vezes, as mulheres ficam chocadas com o impacto de uma ereção “ruim” em um homem. E muito desajeitado. Uma vez que eles entendam melhor o que está jogando para eles, eles podem participar de uma melhor gestão da situação. Em vez de construir muitas suposições, em torno da suposta falta de desejo de seu homem por ela (sua explicação favorita para o colapso sexual), um companheiro de amor pode tranquilizá-lo. “Ou melhor, ainda admiro isso”, sugere o professor. Quanto mais um homem se sente valorizado, mais ele vai voltar ao “poder” e sua sexualidade com. Para concluir, o professor Costa envia uma mensagem para as mulheres. “Há sempre em um homem, a possibilidade de” perder “sua ereção, inclusive quando seu desejo não é embotado. Que muitas vezes coloca em grande dificuldade. Neste caso, ele não precisa de uma mulher que implante sua panóplia de bomba sexual, para um retorno às brincadeiras “quentes”, mas sim para ser tranquilizado, isto é, valorizado. nós dissemos!

Rugas e linhas de expressão: 5 funções da pele perdidas com o envelhecimento precoce

Rugas e linhas de expressão: 5 funções da pele perdidas com o envelhecimento precoce

Pode soar estranho para a maioria das pessoas, mas é verdade: a pele é o maior órgão do corpo humano, bem como também o mais exposto. E por estar, diariamente, sob ação de uma infinidade de fatores externos como os raios solares e a poluição, caso não seja cuidada de forma adequada, é muito comum que comecem a surgir problemas de envelhecimento precoce: as temidas rugas, marcas de expressão e de flacidez.

Veja também: 5 Exercícios faciais para evitar rugas

A função da pele não é só estética. Saiba quais são as outras e porque sinais físicos como rugas e linhas de expressão podem ser um alerta. (Foto: iStock)

No entanto, a pele não desempenha somente a função estética – não que essa seja menos importante –, mas também tem seu papel fisiológico. E se algo não vai bem, é normal que ela dê sinais de que não está funcionando como deveria. Quer saber o que o envelhecimento precoce causa na sua pele e como preveni-lo? Então, vamos lá:

Leia mais: Toxina botulínica ameniza rugas e linhas de expressão

Perda da capacidade de regular a temperatura do corpo
Essa função para lá de importante é chamada de termorregulação pelos cientistas. É através da secreção do suor produzido pelas glândulas sudoríparas que a pele se incumbe de manter a temperatura corporal saudável. “Com a redução das glândulas sudoríparas através do processo de envelhecimento e perda de gordura no tecido subcutâneo, há uma dificuldade de adequar a temperatura corporal que vai crescendo gradualmente com o passar dos anos e a recorrência do descuido”, explica a Dra. Claudia Marçal, dermatologista especializada pela Associação Médica Brasileira (AMB), membra titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da American Academy of Dermatology (AAD).

Leia também: comprar Creme para rugas

Perda da capacidade de proteger o corpo
A epiderme, como é chamada cientificamente a parte mais externa da pele, é composta, principalmente, por queratinócito, como é chamado o produtor da queratina. Ela, por sua vez, é responsável pela proteção da pele, por ser resistente e impermeável. A melanina, por sua vez, também é uma proteína capaz de proteger a pele, mas dessa vez, por meio do pigmento. “A epiderme possui ainda células responsáveis pela imunidade: as células de Langerhans. Mas com o afinamento da pele e diminuição das células de defesa e da vascularização, decorrentes das constantes agressões, há um enfraquecimento dessa capacidade de proteção e um risco maior de aumento de infecções”, comenta a especialista.

Leia também: Skin renov é bom

Redução do amortecimento dos músculos
O tecido gordo ou adiposo, localizado na região subcutânea, é rico em células que possuem óleos e gorduras, conforme o próprio nome já diz. Esse conjunto celular também é responsável por formar uma camada de defesa, uma espécie de ‘almofada’ para amortecer os músculos. “Além disso, essa camada funciona como um reservatório de calor. Com a sua perda, há uma redução da vascularização e, consequentemente, uma baixa desse efeito amortecedor”, pontua a médica.

Baixa da lubrificação
A pele também é formada por uma camada chamada de manto lipídico, que conforme o nome sugere, é composta por óleo e água, responsável pela lubrificação da derme e dos pelos. “Essa camada de sebo e suor torna a pele mais resistente às infecções. Os fungos ou bactérias presentes no ar têm mais dificuldade de penetrar na pele e causar doenças. Da mesma forma, essa lubrificação e hidratação natural da pele é um reforço contra as ações danosas dos agentes externos como poluição, fumaça, vento e radiação solar”, esclarece Claudia. O descuido com a hidratação da pele também ajuda no processo de redução das glândulas sebáceas. Consequentemente, há um ressecamento, fomentando o surgimento de rugas e facilitando a entrada de microrganismos.

Perda de elasticidade
Essa é uma das funções mais importantes da pele no caso da cicatrização ou outros fenômenos que a estique por alguma razão. “As fibras colágenos são as que proporcionam resistência para a pele, sustentando uma rede de outras estruturas como pelos, unhas, glândulas sebáceas e sudoríparas”, conta ela. A ação dos raios infravermelhos atinge a porção mais profunda da pele, onde estão as fibras de sustentação. Esse quadro também favorece o surgimento de câncer de pele.

Como prevenir?
Para prevenir a perda das funções fisiológicas da pele, é determinante ter um estilo de vida saudável e cuidados diários com a pele. Estudos científicos apontam que 80% do envelhecimento precoce é causado pelo estilo de vida inadequado das pessoas. “Dormir de 7h a 8h por noite, ter uma alimentação saudável e rica em proteína, manter-se hidratado são algumas dicas básicas e fundamentais”, pontua a dermatologista, que completa: “A limpeza, tonificação, hidratação e fotoproteção devem ser feitas diariamente e sempre seguindo orientações de um especialista.”

Emagrecimento saudável: com paciência, conquiste grandes resultados

Emagrecimento saudável: com paciência, conquiste grandes resultados

Tempo, tempo, tempo: vivemos com a sensação que nos faltam horas! Para descansar, para ler um livro, para visitar mais os amigos… imagine para investir em um emagrecimento saudável, que exige equilíbrio, moderação e paciência.

Esse é um dos motivos que leva tanta gente a apostar em métodos “express” de queima de gordura, que na verdade não passam de grandes ilusões.

O imediatismo é a palavra do momento e é até compreensível que muita gente prefira o caminho mais curto para transformar o corpo. Ao mesmo tempo, as redes sociais ampliam este culto à magreza, e fazem parecer que tudo é questão de “foco, força e fé”. Ou seja: quem é persistente tem barriga de tanquinho, quem ainda não conquistou a sua, é porque não se esforçou o suficiente. Será?

Claro que a persistência e a força do hábito são fatores importantes no caminho de emagrecimento saudável, e vou falar mais sobre isso neste artigo.

Mas prefiro propagar uma mensagem mais otimista para quem está tentando perder alguns quilos: não se sinta mal se sua última dieta restritiva não deu certo. Não faltou foco, força, fé: é que a coisa mais normal do mundo é falhar em dietas que cortam grupos alimentares inteiros ou reduzem radicalmente a ingestão de calorias diárias.

O segredo não é restrição/dieta, mas procurar comer melhor. Conheça o Efeito Sophie!

A questão é que não existe emagrecimento saudável rápido: tudo o que você viu, ouviu ou leu a respeito não passa de modismo. Quando a pessoa emagrece de forma drástica (muitos quilos em muito pouco tempo) ela realmente tem uma falsa impressão de vitória e poder. É gostoso poder entrar de novo naquela calça que estava guardada há um tempão no armário, não é mesmo?

Mas quando o peso volta (e ele volta mesmo!) essa sensação prazerosa dá lugar a um sentimento de fracasso. Isso acaba com a autoestima das pessoas.

Eu digo isso porque a maior parte das dietas ou remédios que prometem o emagrecimento saudável na verdade falham em vender essa mensagem. Primeiro porque não são métodos saudáveis, muito menos sustentáveis.

Segundo porque a mudança de hábito não acontece do dia para a noite. E esta forma de emagrecer não cultiva hábitos saudáveis, que possam ser mantidos a longo prazo sem prejuízos à saúde.

Você acha que é possível passar a vida inteira fazendo jejum, por exemplo? Ou comendo menos calorias do que o seu corpo pede? Ou, ainda, vivendo só de proteína, deixando o carboidrato de fora da sua vida?

Leia também: Kifina funciona

A princípio, este tipo de atitude realmente pode refletir em uma certa perda de peso, mas o novo padrão alimentar dificilmente dura mais do que algumas semanas ou meses.

E aí quando os quilos voltam (95% das pessoas que fazem dieta voltam a ganhar o peso, ou engordam ainda mais), vai querer fazer outra dieta e fica cada vez mais difícil emagrecer.

Em primeiro lugar, você precisa se perguntar por que quer emagrecer. Sua saúde vai bem? Faça um check-up, procure saber se não existe uma causa por trás dessa dificuldade em perder alguns quilos.

Depois de se certificar de que realmente precisa emagrecer, seria interessante adotar hábitos mais realistas, que possam ser levados para a vida toda, sem estresse e mais feliz. Vamos entender a melhor forma de fazer isso!

Leia também: Phytophen emagrece

Veja também:

Entenda o que é fome psicológica
Remédio para emagrecer: isso pode comprometer a sua saúde
Como emagrecer comendo? Sim, isso é possível!
Emagrecimento saudável, só com mudança de hábito
A ciência comprova que a repetição diária pode nos levar a mudar certas coisas que fazemos no “piloto automático”. Você sabia que em alguns casos podemos ver mudanças de hábitos sustentáveis em apenas três semanas?

Então, para conseguir um emagrecimento saudável, comece aos poucos a incluir tarefas na sua rotina, comendo melhor, e não menos:

Consumir comida caseira e fresca pode ajudar a emagrecer! Cozinhe mais!
Consuma mais alimentos in natura, e menos ultraprocessados
Beba mais água, e menos bebidas doces (como sucos e refrigerante)
Coma com mais consciência, saboreando, sem culpa e com prazer
Tente não comer por motivos emocionais. Se está triste, ao invés de comer, por que não tentar tomar um banho quente, ligar para um amigo, fazer uma caminhada? Aos poucos você passará a comer só quando estiver com fome ou vontade, e isso é fundamental no caminho do emagrecimento saudável
Dica extra: e de ouro!

Leia também: comprar Comprimido para emagrecer

Para emagrecer e não voltar mais a engordar, você já sabe que não vale a pena investir em dietas restritivas, certo? Jamais me cansarei de repetir essa dica.

Mas vale ressaltar também que, para ter sucesso, é preciso traçar metas reais. Não adianta querer perder 20 quilos em um mês, isso é muito agressivo para o corpo.

Coloque objetivos pequenos e vá vencendo um por vez, degrau por degrau. Cada pequena conquista é uma vitória! E quando você olhar para trás, verá que valeu a pena ter paciência. Procure progresso, não perfeição! Este é o caminho.

Os benefícios da perda de peso sustentável

Os benefícios da perda de peso sustentável

Ter uma atitude sensata quanto ao seu emagrecimento significa que você achará mais fácil manter seu peso a longo prazo.

Mais um dia e outro novo plano de emagrecimento rápido aparece na sua rede social, prometendo sucesso de um dia para o outro. O marketing astuto e as imagens dramáticas de “antes” e “depois” podem ser persuasivas, atraindo as pessoas com a ideia de um “corpo perfeito” em apenas algumas semanas. Mas o problema com as soluções rápidas é que muitas vezes elas não falam sobre o que acontece depois: existe um risco real de recuperar todo aquele peso – e mais um pouco!

Porque devagar é melhor

Existem muitos benefícios físicos e psicológicos em perder peso lentamente. Para começar, isso permite a flexibilidade e, portanto, você não precisa sacrificar seus encontros com amigos ou aquela taça de vinho numa sexta-feira à noite. Para o emagrecimento ser sustentável a longo prazo, ele precisa se adaptar ao seu estilo de vida.

Quando você emagrece rápido através do jejum ou de uma restrição calórica severa, muitas vezes perde músculos e gordura. Já quando você perde peso devagar, pode preservar sua massa muscular magra, o que mantém seu metabolismo acelerado enquanto você emagrece.

Leia também: Como emagrecer

Efeito sanfona e restrições

É válido notar que, quanto mais você vive o efeito sanfona, mais difícil é perder peso no futuro. Quando você tenta obter resultados de forma muito rápida, pode desacelerar seu metabolismo ao perder essa massa muscular e isso torna mais difícil perder peso na próxima vez que você tentar.

Outro principal risco do jejum ou da dieta restritiva é não receber a nutrição adequada. Dietas muito baixas em calorias também são baixas em nutrientes. A suplementação de vitaminas e minerais é necessária e pode ajudar, mas nunca é tão boa como obter os nutrientes dos alimentos.

Leia também: kifina funciona

Prepare-se para vencer

Nenhum campeão olímpico quebrou um recorde mundial em sua primeira tentativa. E nem você deveria esperar alcançar grandes avanços em sua condição física de um dia para o outro. Ao invés disso, dê-se tempo para melhorar fisicamente de forma lenta e gradual. Atletas passam tempo construindo suas bases e trabalhando em seus principais padrões de força e movimento.

Por exemplo, ao invés de tentar levantar 50 kg na sua primeira visita à academia, trabalhe a sua estabilidade e postura, o que não só tornará o exercício mais agradável, mas poderá ajudar a evitar lesões. É possível obter alguns resultados iniciais e comemorar pequenas vitórias. O primeiro mês pode ser difícil, mas superar isso já é metade do desafio. E tenha em mente que a sua meta é mudar o seu estilo de vida e não apenas o tamanho da sua roupa.

Mantendo o ritmo

Leia também: Phytophen emagrece

Embora emagrecer na balança seja revigorante, se você estiver demorando para perder peso, procure a confirmação do caminho certo em seu novo estilo de vida saudável. Maiores níveis de energia, melhores noites de sono ou menos dor nas costas são sinais de que os resultados estão aparecendo.

Lembre-se: uma pequena perda pode te proporcionar alguns anos a mais no planeta. Sabemos que até mesmo uma redução de cinco por cento no peso corporal pode ser muito significante para aspectos como a diminuição do colesterol no sangue e dos níveis de glicose.

Trata-se de aprender a amar alimentos saudáveis de um jeito novo, abraçar os exercícios físicos e novas ferramentas de transformação.

H2Ótima!
Inspiração ao alcance dos olhos
Xô comparações!